Número de incêndios florestais é o menor em 20 anos

por Suporte - 03/12
Número de incêndios florestais é o menor em 20 anos

Número de incêndios florestais é o menor em 20 anos

O índice de focos de calor, que inclui incêndios florestais e queimadas, em outubro é o mais baixo em 20 anos, desde o início da série histórica divulgada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) a partir de 1998. Nesse mês, foram registrados 19.571 focos, uma redução de mais de 40% em relação ao mesmo mês do ano passado. Confira aqui.

Dados do Centro Nacional de Prevenção de Combate a Incêndios Florestais (PrevFogo), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), indicam a ocorrência de apenas sete grandes ações de combate a incêndios florestais e quatro de proporções intermediárias durante o período mais crítico da temporada de fogo, que vai de agosto a outubro.

As principais ocorrências se concentraram nos estados do Acre, Rondônia e Amazonas e exigiram a mobilização do Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional Nacional (Ciman). O Ciman é uma espécie de sala de situação, que envolve vários órgãos federais, e coordena anualmente, durante a temporada de incêndios florestais, as ações nacionais, mobilizando pessoal e equipamentos. A coordenação fica a cargo do Ibama. 

Os trabalhos de prevenção e combate ao fogo nas unidades de conservação federais, a cargo do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), também alcançou bons resultados neste ano. Segundo a Coordenação de Prevenção e Combate a Incêndios (Coim), do ICMBio, foram registrados, de janeiro a até este mês, 615 mil hectares de áreas queimadas. O número é o menor da série histórica da Coim, inaugurada em 2010. Só em 2012 houve algo semelhante.

Fonte: MMA, 2018.

Suporte

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

©Insight Educação Executiva

by nerit