Ibama desativa garimpos ilegais em dois parques nacionais no Pará

por Suporte - 19/11
Ibama desativa garimpos ilegais em dois parques nacionais no Pará

Ibama desativa garimpos ilegais em dois parques nacionais no Pará

 O Ibama desativou na quarta-feira (07/11) garimpos ilegais de ouro e cassiterita em dois parques nacionais da Amazônia, no sudoeste do Pará, em operação realizada por agentes do Grupo Especializado de Fiscalização (GEF).

Oito escavadeiras hidráulicas, quatro motobombas e outros equipamentos usados para abrir novas frentes de garimpo nos Parques Nacionais do Jamanxim e do Rio Novo foram desativados. Os agentes ambientais apreenderam uma espingarda calibre 20 e cartuchos dentro de uma das escavadeiras operadas por garimpeiros no Parque do Rio Novo, avaliada em mais de R$ 600 mil.

Autorizada pela legislação, a destruição de equipamentos usados para a prática de crimes ambientais é realizada somente em casos excepcionais, como no caso, em Terras Indígenas e Unidades de Conservação, onde a remoção do maquinário é inviável na maioria dos casos por questões de logística e segurança, a inutilização é a única medida efetiva para impedir a continuidade dos danos ambientais.

Os parques nacionais são unidades de conservação de proteção integral, onde a legislação proíbe o garimpo e outras atividades. Os relatórios de fiscalização serão encaminhados ao Ministério Público Federal (MPF) para responsabilização criminal e exigência de reparação dos danos ambientais. Criados em 2006, os Parques Nacionais do Jamanxim e do Rio Novo têm 862 mil e 538 mil hectares, respectivamente, e as Unidades de Conservação abrigam espécies ameaçadas como a onça-pintada e a ariranha.

Fonte: Ibama, 2018.

 

 

Suporte

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

©Insight Educação Executiva

by nerit